Ensino Fundamental - Séries Finais
As séries finais do Ensino Fundamental compreendem um período de transformação do jovem, que transpõe a etapa da infância para a nova condição de adolescente. Características físicas, cognitivas, relacionais e a compreensão de si e do mundo se alteram. Tempos de indagações e de novas conexões desafiam o jovem a fazer escolhas, construir vínculos com grupos, ideias e lugares. Ampliam-se as possibilidades de protagonismo e de envolvimento com o conhecimento.

“Um período de transformação do jovem, que transpõe a etapa da infância para a nova condição de adolescente. Indagações e novas conexões desafiam o jovem a fazer escolhas, construir vínculos com grupos, ideias e lugares. Ampliam-se as possibilidades de protagonismo e de envolvimento com o conhecimento”

Para atender o jovem nessa nova etapa, a escola se estrutura como um ambiente desafiador, que propicia ao aluno vivenciar os valores afirmados e vividos pela escola, coletiva ou individualmente, abraçando um compromisso com o seu desenvolvimento pessoal e com sua ação no coletivo. A compreensão e o uso qualificado de novos conceitos e procedimentos, o rigor acadêmico, e a construção de uma postura de estudante capaz de transitar entre diferentes informações, compreender e produzir nas diferentes linguagens, e comprometer-se com seu processo e suas escolhas são marcas das séries finais do Ensino Fundamental da Beacon School.

O compromisso do aluno com seu papel social é também foco prioritário do trabalho desse ciclo. Formar alunos solidários e atuantes, cientes de sua responsabilidade perante a comunidade em que vivem e que agem para transformar positivamente o seu entorno e a sociedade é também objetivo das séries finais do Ensino Fundamental. Para tanto, os alunos têm diversas oportunidade de escolha de envolvimento em projetos sociais.

Na dimensão curricular, mantém-se a ideia da integração dos conhecimentos para superar a fragmentação tradicional entre as disciplinas, assim como a abordagem investigativa como orientação metodológica. A proposta curricular traz o aprofundamento das áreas do conhecimento e a interlocução com maior número de professores, alguns deles especialistas em disciplinas com linguagens e procedimentos próprios. Com duração de quatro anos - do Year 6 ao Year 9 - as séries finais do Ensino Fundamental têm como desígnios possibilitar ao aluno:

  • Perceber o conhecimento como valor historicamente construído e permanentemente transformado;
  • Usar diferentes linguagens para se expressar, valorizar as produções artísticas e as diversas manifestações da cultura, compreendendo a diversidade de intenções e situações de comunicação;
  • Ter a capacidade de expressar-se oralmente com clareza, organização e coerência;
  • Desenvolver e aprofundar as capacidades de reflexão, organização de ideias, formulação de hipóteses e estabelecimento de conexões, usando esses conhecimentos para promover ações transformadoras da realidade social e ambiental do mundo contemporâneo;
  • Ler criticamente a realidade de seu tempo, envolvendo o meio ambiente e as manifestações sociais, o sistema político, a tecnologia, as artes e os valores em que se fundamenta a sociedade, para que possa agir e interagir como sujeito de mudança, assumindo seu papel de cidadão.

O papel protagonista do aluno na construção de seus conhecimentos se amplia e, para apoiá-lo, um programa de Orientação de Estudos e Pesquisa se organiza ao longo do segmento, com o objetivo primeiro de torná-lo cada vez mais autônomo. Atividades e procedimentos que vão da leitura, registro e organização da informação à produção de conteúdos nas diferentes mídias, assim como o trabalho em colaboração, a interação com diversas fontes, contextos e atores, qualificam os alunos para aprender e produzir conhecimentos durante toda a vida.

“O papel protagonista do aluno na construção de seus conhecimentos se amplia e um programa de Orientação de Estudos e Pesquisa se organiza ao longo do segmento, com o objetivo de torná-lo cada vez mais autônomo”

A Orientação Educacional se integra ao currículo com o objetivo de acolher e dialogar sobre questões próprias da idade, permitindo aos jovens lidar com suas inquietações, desejos e também com suas qualidades e potências, elementos fundamentais para a construção de um projeto de vida para si, no mundo que o cerca. Esse processo envolve tanto o voltar-se para si, num percurso de autoconhecimento, como ampliar o conhecimento de mundo, analisando a organização da realidade contemporânea, as questões e desafios que ela coloca e que papéis lhe são demandados.